As virtudes da paciência – texto de Mimila K Rocha

Hoje eu acordei na fila dos mansos.

Não! Não era um querer ser dócil, muito menos pacato!

Via na simetria – tempo/paciência – a certeza do agir.

E imaginando a correnteza de um rio, fiz do remanso apenas uma parada para reflexão:

instrumentalizei minha calma para penetrar no mundo dos proativos.

Recortei do meu dicionário o significado do medo e numa ressignificação do termo coragem, penetrei no terreno dos determinados.

Deixei para trás os conformados, abracei os obstinados – resolutos e fiz do meu amanhecer o meu próprio ressignificado.

E para prosseguir com altivez, mirei no meu ponto de chegada um novo recomeço.

Mimila K Rocha

Sobre joaoantonio60

Traço de União é um espaço para aqueles que defendem a democracia, a ciência e a preservação do Planeta Terra - azul e redonda.
Esse post foi publicado em Arte. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s