General Ramos resiste a entregar Casa Civil a líder do centrão às vésperas de reforma ministerial de Bolsonaro. Será?

Preciso salvar o governo’, justifica Bolsonaro ao escolher Ciro Nogueira para a Casa Civil

O atual ministro da Casa Cível, general Luiz Eduardo Ramos, resiste a entregar o cargo ao Senador Ciro Nogueira. É o que registram os órgãos de imprensa hoje. Será?

O presidente Bolsonaro entregou o principal ministério para o centrão numa clara postura defensiva – “entregar os anéis para não perder os dedos”. Ou seja, precisa dos votos dos parlamentares do centrão para evitar um possível impeachment (impedimento). Impedimento cuja aceitação cresceu entre os brasileiros conforme registro de recentes pesquisas de opinião.

Segundo noticia o jornal Folha de São Paulo, “o senador tem prevista uma reunião com Bolsonaro na manhã desta terça-feira (27) para definir os detalhes das nomeações no ministério”. Então, o que deseja o atual ministro ao vazar sua resistência?

O casamento Bolsonaro/centrão definitivamente está consolidado. Sobre o choro do general, das duas uma: ou é um choro combinado com o presidente; ou então, tenta ele negociar melhores condições para assumir a sua nova função no governo.

Na política certos gestos vão muito além das palavras.

Sobre joaoantonio60

Traço de União é um espaço para aqueles que defendem a democracia, a ciência e a preservação do Planeta Terra - azul e redonda.
Esse post foi publicado em política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s