Sonhei com a primavera – poema de Mimila K Rocha

Sonhei com a primavera

Tudo estava florido, e as pessoas andavam livremente sem serem importunadas pelo tempo…

Era como se a natureza, sem medo da destreza dos humanos, domasse a pressa e, pelo prazer sensitivo, disponibilizasse a todos a sincronia captada.

A harmonia suplantava valores subjetivos competitivos…

Era como se a vida fosse organizada para apreender a reciprocidade, não no sentido da conveniência, mas na universalidade do bem.

A alegria se confundia com as flores…

Como se o naturalmente colorido sufocasse pretensões descabidas e num passe de mágica, humanos e natureza se confudissem sem nenhuma subjugação.

Acordei sorrindo…

Aquela noite havia alimentado minha utopia de um mundo naturalmente humanizado.

Mimila K Rocha

Sobre joaoantonio60

Traço de União é um espaço para aqueles que defendem a democracia, a ciência e a preservação do Planeta Terra - azul e redonda.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Sonhei com a primavera – poema de Mimila K Rocha

  1. Tião Nascimento disse:

    Lindo sonho esse. Humanos e natureza equivalentes.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s