História e canções da dupla Alvarenga e Ranchinho

Formada em 1929, a dupla sertaneja começou se apresentando em circos no interior paulista.

Em 1934 Alvarenga e Ranchinho foram contratados pelo maestro Breno Rossi para cantar na Rádio São Paulo. Nos anos seguintes fizeram músicas de carnaval e se mudaram para o Rio de Janeiro, onde gravaram o primeiro compacto, em 36. Trabalharam durante dez anos no Cassino da Urca, onde aprimoraram o talento para a sátira política, que os caracterizou para sempre. Em toda a carreira, a dupla se separou e voltou diversas vezes.



Participaram de mais de 30 filmes e eram presença constante em campanhas eleitorais, por causa das sátiras. Nos anos 70 se apresentaram principalmente em cidades do interior. Em 1997 a BMG lançou “Os Milionários do Riso”, reedição de um LP ao vivo gravado em 1973. A dupla era composta por Murilo Alvarenga (1912-1978) e Diésis dos Anjos Gaia (1913-1991).

dupla sertaneja Alvarenga e Ranchinho – Os Milionários do Riso, que fez muito sucesso nos anos 50/60/70, começou se apresentando em circos no interior do Estado de São Paulo.

Apresentavam-se sempre com o traje caipira, camisa xadrez, chapéu de palha e botas cano curto. Eles cantavam músicas de carnaval, faziam sátira política e de improviso um pouco mais apimentado.

Lembro-me das sátiras que eles faziam do presidente Juscelino. Tinha uma modinha que eles cantavam e na época fazia muito sucesso, era: “Vai voando Nonô… Você não desce… A barba cresce… Nonô, você não desce…”. Nonô era o apelido do presidente Juscelino.

Era uma dupla que tinha presença constante em campanhas eleitorais. Naqueles anos, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro, com suas poderosas ondas, atingiam todo o território nacional. A dupla tinha um programa na rádio e se apresentavam também no famoso Cassino da Urca, no Rio de Janeiro.

Tem uma música, com letra composta por Alvarenga e Ranchinho, que faz parte da nossa querida São Paulo: “É São Paulo… É São Paulo… São Paulo da Garoa… São Paulo que terra boa…”.

O nome verdadeiro de Alvarenga era Murilo Alvarenga, e Ranchinho era Diesis dos Anjos Gaia. Essa dupla faz muita falta nos dias de hoje, para tirar sarro dos nossos políticos com suas modinhas.

Sobre joaoantonio60

Traço de União é um espaço para aqueles que defendem a democracia, a ciência e a preservação do Planeta Terra - azul e redonda.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para História e canções da dupla Alvarenga e Ranchinho

  1. Alberto disse:

    Que tempo bom !
    Essa época as músicas faziam sentido !

    Curtido por 1 pessoa

  2. Sebastião Nascimento disse:

    Muito boa essa dupla. Com simplicidade caipira traduziram um Brasil que brotava da simplicidade para um mundo novo das grandes cidades. Nas ondas do rádio suas modinhas varreram o Bradil de norte a sul.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s